top of page

Amostragem de água subterrânea: qual método utilizar?

A amostragem de água subterrânea pode ser realizada com a utilização de duas técnicas: utilização de amostrador descartável (bailer) e com o método de baixa vazão. Cada uma tem suas próprias vantagens e desvantagens. A principal diferença entre essas técnicas é a maneira como a água é coletada.


O amostrador descartável de água subterrânea chamado bailer é um dispositivo que é baixado no poço por meio de um cabo ou fio para coletar água de um ponto específico do poço. O bailer é rapidamente baixado no poço, e a água é coletada dentro do bailer, que é posteriormente recuperado na superfície para análise.


Algumas vantagens e/ou recomendações para o uso do bailer:

  1. A amostragem com bailer é mais rápida e mais simples do que a amostragem em baixa vazão, que geralmente requer uma configuração mais complexa, porém, somente é aplicável dependendo do escopo de análises a ser realizado.

  2. A amostragem de bailer pode ser usada para coletar amostras pontuais em um local específico do poço, verificar indícios visuais de fase livre e/ou para o desenvolvimento, purga e/ou limpeza de poços existentes.


Amostragem com bailer. Fonte: Libra Ambiental (2023).

A amostragem de água subterrânea em baixa vazão usa uma bomba de baixa vazão para extrair água do poço ou do aquífero, com um fluxo controlado de água que é mantido durante a coleta. A água é coletada em um recipiente adequado para análise posterior.


Algumas vantagens e/ou recomendações para o uso do método de baixa vazão;

  1. Coleta de amostras representativas: a amostragem em baixa vazão permite coletar amostras representativas e integradas do aquífero, porque a bomba de baixa vazão extrai água de uma área mais ampla e controlada, a qual é obtida apenas após a estabilização dos parâmetros fisico químicos. Dessa forma, as amostras são menos influenciadas pelas heterogeneidades do aquífero e mais representativas da qualidade da água subterrânea.

  2. Controle do fluxo de água: a amostragem em baixa vazão usa uma bomba de baixa vazão que pode fornecer uma vazão controlada e consistente de água para coleta, o que ajuda a controlar o impacto do processo de amostragem na qualidade da água subterrânea.

  3. Redução do estresse do aquífero: a amostragem em baixa vazão causa menos estresse no aquífero do que outras técnicas de amostragem, como a purga de poços, que podem alterar a pressão e a vazão da água subterrânea no poço e no aquífero.

  4. Controle da emissão de particulados durante o processo de amostragem, redução da turbidez das amostras, possibilidade de coleta de amostras filtradas em campo.

  5. Método recomendado para análises de substâncias voláteis, semi volateis, metais e outras aplicáveis as etapas de investigação de passivos ambientais.


Amostragem em baixa vazão. Fonte: Libra Ambiental (2023).

Entre em contato conosco que poderemos auxilia-lo nos serviços de monitoramento de água subterrânea.






39 visualizações0 comentário

Opmerkingen


bottom of page