top of page

Pesquisa encontra glitter e microplásticos em ostras e mariscos de SC




O projeto de pesquisa intitulado "Avaliação da presença de microplásticos em moluscos cultivados em Santa Catarina" tem sido desenvolvida pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) desde o mês de fevereiro.


Duas semanas após o carnaval de 2023, uma ostra foi submetida à observação microscópica e os pesquisadores notaram a presença de partículas brilhantes no interior do organismo marinho: tratava-se de pequenos fragmentos de brilho conhecidos como glitter. No mesmo estudo, constatou-se também a existência de microplásticos nos mariscos.


O grupo de pesquisadores examinou aproximadamente 60 amostras de animais provenientes do cultivo marinho nas cidades de Penha e Bombinhas, situadas no Litoral Norte de Santa Catarina. Em todas as amostras analisadas, foram encontrados ao menos um fragmento de microplástico.


O professor Thiago Pereira Alves, coordenador da pesquisa, explica que o objetivo do grupo é conduzir análises periódicas de ostras e mexilhões em cada estação do ano, visando sensibilizar e conscientizar a população sobre os riscos associados ao consumo de microplásticos que estão cada vez mais presentes no oceano e acabam sendo ingeridos pelos animais.


De acordo com a Epagri/Ciram, Santa Catarina desponta como o principal produtor nacional de mexilhões, ostras e vieiras, responsável por quase a totalidade da produção no país, cerca de 95 %. Diante dessa relevância na produção de animais marinhos, o professor explica que há preocupação em relação ao futuro das espécies, além do consumo desses animais pelo ser humano.


Veja mais detalhes da pesquisa no Portal de Notícias g1.


Se interessou pela problemática dos microplásticos na nossa alimentação? Confira nosso post "Por que você provavelmente está comendo plástico??" que apresenta mais informações sobre o tema.

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page