top of page

Curitiba transforma aterro sanitário em usina solar




Uma usina solar instalada sobre o aterro sanitário do Caximba, desativado em 2010, é o novo símbolo de Curitiba. Apelidada de pirâmide solar, devido ao seu formato, a usina com potência instalada de 4,55 megawatts (MW) foi inaugurada no aniversário de 330 anos da cidade.


O projeto integra o Curitiba Mais Energia, uma das estratégias da cidade para combater e mitigar as mudanças climáticas por meio da produção de energia renovável. O Município pretende reduzir a emissão de duas mil toneladas de CO2 na atmosfera, colaborando assim para o cumprimento das metas da cidade de redução dos gases do efeito estufa.


A solução também resulta em economia aos cofres públicos. Isso porque a energia gerada pelos módulos fotovoltaicos da usina solar é injetada na rede de distribuição da Copel (Companhia Paranaense de Energia Elétrica) e o valor é abatido da conta de energia do Município.


Fonte: Instituto Brasileiro de Sustentabilidade/Prefeitura de Curitiba

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page