top of page

Crise de Água Subterrânea nos EUA: Alerta da The New York Times.


Foram publicados em agosto de 2023 os resultados de um estudo conduzido pela The New York Times que entrevistou mais de 100 especialistas, demostrando a situação e os impactos da escassez de água subterrânea nos EUA.


No país, pouco mais de um terço do volume total de água potável é proveniente de águas subterrâneas, entretanto, o aquecimento global e o consumo acima da capacidade de recuperação estão esgotando os aquíferos e, dessa forma, muitas comunidades poderão ficar sem água potável.


Dentre os impactos do aquecimento global nos EUA está a diminuição das camadas de neve que alimentam os rios do país e o aumento da necessidade de irrigação de plantas devido às altas temperaturas, causando uma maior dependência de águas subterrâneas.


Além disso, em conjunto com o consumo descontrolado e acima da capacidade de reabastecimento dos aquíferos, a maior evaporação das águas superficiais reduz a infiltração de água no solo e leva ao esgotamento acelerado das águas subterrâneas.


Fissura no Arizona. Crédito: Joseph Cook/Arizona Geological Survey

No estado do Kansas, a produção de milho despencou devido a escassez de água, em Utah, Califórnia e Texas, está sendo bombeada tanta água para fora do aquífero que as estradas começaram a entortar e abrir fissuras nas fundações e na terra. Esses impactos são observados em todo o país.


A redução da precipitação também colabora para o esgotamento das águas subterrâneas, porém, apesar de em alguns locais ocorrer extremos de chuva, essa água não contribui muito para o reabastecimento dos aquíferos, visto que rapidamente atravessam os rios e chegam nos oceanos.


A leitura completa do artigo proporcionará uma compreensão mais profunda desses desafios críticos e, esperamos, inspirará a busca por soluções sustentáveis e práticas para preservar nossos recursos hídricos. Clique aqui para acessar o artigo completo.

12 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page